Pós-bullying: adaptação em uma nova escola

O ano inicia e muitos pais se preocupam em como ajudar o filho a frequentar outra escola após terem sofrido bullying na anteriorA adaptação a um novo ambiente já é desafio para crianças, ainda mais quando se trata de uma criança ou jovem adolescente que já foi vítima de algum processo ligado à agressão física, moral ou psicológica, é necessário atenção e acompanhamento dos pais.

De acordo com Tania Paris, fundadora da Associação pela Saúde Emocional de Crianças (ASEC), se essa mudança ocorreu por causa de bullying, provavelmente o menor estará muito sensível para iniciar novos relacionamentos e para ajudá-lo a enfrentar esta fase, é necessário conversar com pessoas-chaves da escola (coordenador pedagógico e o professor ), pedindo apoio. Essas pessoas devem ser informadas do histórico da criança, em particular de problemas e/ou traumas vivenciados por ela, para que possam ampará-la e compreender eventuais reações de medo e/ou isolamento.

Em casa, os pais podem ajudar a reforçar habilidades emocionais e, principalmente, as sociais, como, por exemplo, como apresentar-se a novas crianças para fazer novos amigos.

Os pais também devem conhecer o cotidiano da escola, verificar se há programas que estimulem o desenvolvimento das competências emocionais das crianças e adolescentes, além de como os educadores tratam o bullying e os demais assuntos relacionados aos comportamentos autodestrutivos.

Conversar com os pais que já passaram e superaram esta experiência também é de extrema importância.

Facebook Comments
Curta nossa página 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.