Orkut

Quando me cadastrei no Orkut, sei lá uns dois/ três anos atrás, ainda morava fora, então foi a melhor foma de reencontrar antigos amigos e até mesmo era uma forma mais rápida de manter contato com os amigos em geral, já que quase não entro no MSN justamente pelo motivo de dezenas de janelas abrirem ao mesmo tempo e eu não ter tempo para falar com todos, o que acaba criando uma situação chata quando a mesma pessoa te manda uma mensagem mais de uma vez e você não responde ou responde dizendo que está ocupado no momento (pessoas ainda mandam mensagens e esperam respostas mesmo quando você mostra estar ocupado).

Scraps pra cá, scraps pra lá e assim cada vez mais a rede de amigos foi aumentando, quase 500 pessoas, logicamente que todos não meus amigos, tem amigos, parentes, conhecidos da época da escola que a ás vezes eu nem lembrava que havia estudado na mesma turma, e várias pessoas que acessam alguns dos meus sites/blogs.

Por ter os sites/blogs não pude colocar aquela mensagem clássica que a gente vê muito nos about: ” não adiciono quem não conheço”. Não posso colocar isso, mas sempre checo quem está me adicionando e por que. Na grande maioria os “desconhecidos” são músicos, djs e produtores, devido ao site da Firma Produções.

Os anos foram passando, os “amigos” aumentando, mas uma coisa me impressiona como tem pessoas que tiveram basicamente uma vida boa e se perderam no mundo. Outro dia uma amiga que eu não falava a uns 4 anos me achou no Orkut, conversa vai, conversa vem, e ela fala, lembra de fulano? lembro … então fulano foi preso por tráfico de drogas e formação de quadrilha.

Peraí cara pálida, mas fulano tinha uma família com dinheiro, tinha bom carro (que ganhou), tinha acesso aos melhores contatos, tinha o “quem indica” forte e mesmo assim optou por seguir esse caminho? Meu Deus…. isso sim é o livre arbítrio.

Conversando com outra pessoa, a mesma coisa, lembra de fulana? lembro …então fulana agora mora no morro, casou e tem um filho, parece uma mulamba … fiquei chocada, já que fulana frequentou bons colégios e mesmo assim olha lá de novo, o tal do livre arbítrio.

Eu sinceramente prefiro que nem venham me falar dessas pessoas, já que não vejo, não tenho contato e sinceramente não me interessa notícias assim.

Aos 30&Alguns prefiro quando alguém me encontra no Orkut e conta coisas boas, notícias boas, tipo, lembra de fulano? lembro… então ele mora na Espanha, está fazendo pós e está arrebentando por lá, aí sim cara pálida, estamos falando a mesma língua.

Facebook Comments
Curta nossa página 😉
error

1 comentário

  1. COMENTÁRIO TRANSFERIDOS DO ANTIGO 30&ALGUNS QUE ESTAVA HOSPEDADO NO BLOGSPOT:

    Dani F. disse…

    hahahaha
    Que coisa hein?
    As pessoas tem esta mania, detestável, de especular a vida alheia. O pior é que sempre estamos no meio disso.
    Este mundo virtual às vezes me cansa a beleza.
    Beijos Veridiana e boa semana
    (rimou)
    Terça-feira, 10 Abril, 2007

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.