Dia-a-dia

O dia-a-dia da mulher moderna em muitos casos chega a ser extremamente cansativo, podendo até mesmo a ser frustrante, se pequenos detalhes não forem considerados, pensados e repensados.

As multi-tarefas que no mundo atual acabam caindo, recaindo, sobrecaindo sobre suas costas, muitas vezes podem sugar suas energias de tal forma que ela acaba sem saber quem é, quais os seus objetivos e desejos como indivíduo e principalmente como mulher.

Esse conjunto de tarefas e responsabilidades a serem seguidas como o simples fato de acordar pela manhã, acordar os filhos, preparar o café, levá-los para a escola, ir trabalhar, ligar diversas vezes durante a tarde para casa para saber como anda seu rebanho que já retornou da escola, voltar, jantar com a família, colocar os filhos na cama e dormir para recomeçar.

Ou acordar pela manhã, prepar um dos filhos para ir a escola, enquanto o outro vai a natação, voltar para casa, preparar o almoço, alimentar o pequeno(a) que está em casa, ir buscar uma criança na escola, e deixar a outra, trazer a que buscou para casa, alimentar, levar no curso de inglês, voltar, ajudar com o dever/lição de casa, ir buscar o pequeno(a) na escola, preparar o jantar, alimentar a família, arrumar a cozinha, colocar os filhos para dormir, dar atenção ao marido, e dormir para recomeçar.

Outras ainda acordam, saem bem cedo, antes mesmo de raiar o dia, vão trabalhar para trazer o único sustento do lar, um salário mínimo, marido partiu, ninguém sabe onde está, há bocas de crianças para alimentar, o mais velho, nem tão velho assim, ainda criança, fica com a responsabilidade de cuidar dos pequenos enquanto a mãe trabalha naquela residência, daquela família, que tem tudo e algo mais e muitas vezes nem mesmo percebe. Após um dia de trabalho, volta para casa e repete em seu próprio lar, parte do trabalho que fez na casa onde passou o dia, coloca os filhos para dormir, e dorme para recomeçar.

Histórias diferentes de mulheres reais, poderia ser você, eu, uma amiga, a assistente do lar… a verdade é que a emancipação feminina trouxe mais poder para as mulheres e junto com esse poder e liberdade, agregou-se mais tarefas, um aglomerado de responsabilidades foram sendo somadas umas as outras.

A luta diária de milhões de mulheres espalhadas pelo mundo é basicamente a conciliação entre tarefas, deveres, responsabilidades, família, filhos, maridos (ou não), trabalho, lar e geralmente lá no final, ELA…. lá no fim ELA….

* Esse texto seria publicado no Deusario, mas com tantos projetos meus e das Deusas, seguimos rumos diferentes, ainda somos amigas, mas assim como foi com o Nossa Via, chega uma hora em que é necessário focar. Sucesso para as meninas e em breve, quando conseguir acabar de desempacotar tudo, escreverei sobre novos projetos que estou realizando. 🙂

Facebook Comments

6 comentários

  1. Que bom, vem coisa nova, estamos aguardando mais uma tarefa desta mulher de um novo tempo, Veridiana, você faz parte destas mulheres dedicadas, decididas e acima de tudo fortes. Felicidades no novo projeto. Abração.

  2. Veri, para amenizar isto, há sempre a possibilidade de se adestrar o marido para dividir as tarefas… aqui em casa, eu fui treinado para levar e buscar as crianças, cuidar delas à noite, quando doente eu que levanto para dosar os remédios, quando ela tá ausente, eu faço tudo que ela faz.

  3. Veri, adorei o texto e vejo q está faltando nos lares mais homens como o Adão, q sabem repartir c/a mulher as responsabilidades da família.
    bjuss

  4. Denise » concordo plenamente com você! bjs


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.