Cuscuz Paulista de Frutos do mar

Cuscuz Paulista de Frutos do mar

Cuscuz Paulista de Frutos do mar, receita do Chef Melchior Neto que ensina prato saboroso.

A refeição que tem como base a farinha de milho, pode ser recheada com camarão, peixe ou frango, vai do gosto de quem está preparando.

O prato tem segredos e um modo de preparo que requer atenção para conseguir desenformar sem quebrar e para não ficar seco ou com gosto de cru.

INGREDIENTES

4 mexilhões com casca
200 gramas de camarão médio
2 lagostins
200 gramas de anéis de lula
500 gramas de farinha de milho flocada
1 cebola roxa picada
1 dente de alho picado
4 colheres de sopa de azeite
1 talo de salsão picado
1 sachê de molho de tomate
1 xícara de água
Salsa
Sal e pimenta do reino a gosto

PREPARO:

Frite os camarões até ficarem brancos cozidos (rápido, não deixe passar do ponto). Reserve

Na mesma panela frite a cebola e o olho, coloque os anéis de Lula mexendo sempre, jogue o salsão picado, o molho de tomate, água e deixe ferver. Acerte o sal e a pimenta. Quando ferver jogue o mexilhão e o lagostim e a salsa picada.

Desligue o fogo e tampe a panela. Deixe descansar por 10 minutos.

Retire os mexilhões e o lagostim e reserve junto com os camarões. Eles serão a decoração do seu cuscuz. Acomode os camarões, os mexilhões com a casca e os lagostins no fundo da forma redonda com furo no meio. Ligue novamente o fogo baixo dessa vez, incorpore toda a farinha de milho flocada mexendo bem para formar uma massa lisa. Jogue a massa ainda quente na forma e deixe descansar por 20 minutos, desenforme e sirva bem 6 pessoas.

Truque 1– Unte a forma de buraco com azeite para que desenforme sem quebrar.

Truque 2– A farinha flocada está bem cozida quando fica com aparência de pirão encorpado

Truque 3– Recheie com os ingredientes que mais gostar. Pode ser a famosa sardinha, frango desfiado e o que a sua imaginação permitir

Facebook Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.