Campanha Nacional de Vacinação do Idoso

De 25 de abril a 8 de maio serão oferecidas, gratuitamente, 21 milhões de doses de vacina contra gripe para pessoas acima de 60 anos de idade, parte da 11ª Campanha Nacional de Vacinação do Idoso.

Esse ano, o Ministério da Saúde pretende imunizar 80% da população com 60 anos ou mais, ou seja cerca de 15.542.469 de pessoas. A vacina estará disponível em aproximadamente 65 mil postos de vacinação espalhados pelo país, que abrirão excepcionalmente no próximo sábado, de 8h às 17h.

A ação tem como objetivo reduzir os óbitos e as internações causadas pela gripe e suas complicações,apresentando um impacto na diminuição das internações hospitalares e da mortalidade evitável. Redução de 32% a 45% no número de hospitalizações por pneumonias e de 39% a 75% a mortalidade global. 

Ao todo, 241 mil pessoas participarão da mobilização, que contará com 27 mil veículos (terrestres, marítimos e fluviais). Foram investidos R$ 162 milhões para compra de 21 milhões de doses da vacina e montagem da infra-estrutura da Campanha.

Segundo o Ministro Temporão, “Tem que tomar todo ano, por que a cada ano há uma mudança no padrão dos vírus que circula no país. Então, a vacina desse ano é diferente do ano passado, tem que tomar (a dose)”. 

1 – Quem pode se vacinar?

Toda a população de 60 anos e mais e toda população indígena (acima de 6 meses de vida). A Campanha Nacional de Vacinação será realizada no período de 25 de abril a 8 de maio.

2 – Contra-indicações

Não deve tomar a vacina quem tem alergia à proteína do ovo. Pessoas com deficiência na produção de anticorpos, seja por problemas genéticos, imunodeficiência ou terapia imunossupressora, deve consultar o médico primeiro.

Para saber mais sobre a vacina, visite o website da SBI – Sociedade Brasileira de Infectologia.

Aos 30&Alguns não custa nada passar a informação adiante 🙂

fonte: Agência Nacional de Saúde

Facebook Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.