Bebidas efervescentes aumentam risco de câncer do pâncreas

Câncer de pâncreas é uma forma muito séria de câncer, somente agora os cientistas, mostraram que o consumo de alimento e/ou bebida adoçado afeta as possibilidades da pessoa desenvolver o câncer do pâncreas.

O estudo começou em 1997 quando cientistas fizeram uma pesquisa sobre a dieta de quase 80.000 mulheres e homens saudáveis, que foram subseqüentemente acompanhados até junho de 2005. De acordo com os registros 131 pessoas deste grupo desenvolveram câncer do pâncreas.

Os pesquisadores concluiram que o risco de desenvolver o câncer do pâncreas está relacionado à quantia de açúcar na dieta. Corre mais rico pessoas que bebem grande quantidade de bebida de base efervescente ou xarope. O grupo que informou beber tais produtos duas vezes por dia ou mais, tiveram 90% a mais de risco do que os que nunca beberam. As pessoas que adicionaram açúcar ao alimento ou bebidas (ex. café) ao menos cinco vezes por dia mostram ter 70% a mais de risco do que os que não fizeram. As pessoas que comeram fruta adocicada ao menos uma vez por dia também mostraram um risco mais alto – desenvolveram a doença 50% mais freqüentemente que aqueles que nunca comeram.

Segundo o INCA “entre os fatores de risco, destaca-se principalmente o uso de derivados do tabaco. Os fumantes possuem três vezes mais chances de desenvolver a doença do que os não fumantes. Dependendo da quantidade e do tempo de consumo, o risco fica ainda maior.

Outro fator de risco é o consumo excessivo de gordura, de carnes e de bebidas alcoólicas. Como também a exposição a compostos químicos, como solventes e petróleo, durante longo tempo.

Há um grupo de pessoas que possui maior chance de desenvolver a doença, e estas devem estar atentas aos sintomas. Pertencem a este grupo indivíduos que sofrem de pancreatite crônica ou de diabetes melitus, que foram submetidos a cirurgias de úlcera no estômago ou duodeno ou sofreram retirada da vesícula biliar. ”

fonte: Science Daily e INCA

Facebook Comments

1 comentário

  1. acredito que o diabetes mellitus seja um dos maiores fatores de risco, pois altera e força o trabalho das células do pancreas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.