Atividades em excesso podem causar estresse e depressão nas crianças

A maioria de nós adultos, pensamos que a infância é uma época em que as crianças não tem preocupações ou responsabilidades, além dos estudos, porém as atualmente muitas crianças sofrem de estresse extremo e tem sintomas semelhantes aos dos adultos, tendo dificuldade de lidar com a situação, já que as crianças não têm os meios ou as habilidades para compreender ou gerir o stress de forma apropriada.

As crianças dependem dos adultos para ajudá-los e reconhecer quando estão se sentindo estressados e ajudá-los a se sentir melhor.

Com o excesso de atividades que muitas crianças e adolescentes tem no dia-a-dia, como aulas de música, balé, esportes, idiomas, e a competitividade, acaba gerando uma sobrecarga somada ao medo de decepcionar os pais que pode acabar levando crianças a partir de 6 anos a desenvolver estresse infantil.

O que é Stress?

Stress é a reação do organismo a uma situação física ou emocional que causa desequilíbrio na vida da pessoa. Existem o estresse ocasional, normal e previsível na vida de uma pessoa, tem também o estresse normal que serve para nos apresentar desafios gerando um maior aprendizado, existe o estresse muitos experimentam antes de conhecer novas pessoas e existe o estresse constante que pode causar muitos problemas e se não for tratado, pode gerar problemas futuros.

As crianças reagem de forma diferente dos adultos ao estresse, algumas crianças ficam doentes, outras tornam retraídas, nervosas, outras demonstram raiva e exigem atenção, em alguns casos o desenvolvimento é afetado e outras ainda ficam resilientes.

Qualque pessoa sob estresse tem um aumento na freqüência cardíaca, a respiração fica mais rápida e os músculos tensos.

Alguns dos sintomas físicos gerados pelo estresse são dor de barriga ou de cabeça sem causa aparente, diarreia, náuseas, gagueira, tiques nervosos, alterações no apetite, urinar novamente na cama, ranger os dentes.

Alguns dos sintomas psicológicos podem ser pesadelos e choros à noite, ansiedade, medos diversos, choro excessivo sem motivo justificado, agressividade, impaciência, dificuldades de relacionamento, isolamento, hipersensibilidade.

A criança tem que ter tempo para bricnar, o que acaba aliviando a ansiedade e acaba fazendo coisas próprias de sua idade, que acabam ajudando-a a conquistar a maturidade aos poucos

Os pais podem ajudar os filhos respeitando a opinião dos mesmos e permitir-lhe escolher quais atividade desejam fazer. Caso sejam chamados por algum profissional na escola que queira conversar sobre a criança, deve manter a mente aberte e tentar entender se o problema que o filho está passando é passageiro ou necessita de tratamento.

A persistência de pelo menos quatro sintomas de depressão infantil por vários meses é um sinal de alerta, os pais devem ficar atentos e se adolescentes, devem também estar atentos para sinais de consumo de drogas e álcool.

Aos 30& Alguns vale ressaltar novamente que os sintomas clássicos da depressão infantil são: ansiedade, tristeza, irritabilidade, agressividade, hiperatividade, rebeldia, perda de interesse nas atividades, diminuição da atenção e da concentração, baixa autoestima, sentimento de inferioridade. dores, culpas, choro exagerado, incapacidade de reagir a conflitos, Insônia, falta de energia para atividades, pessimismo e negativismo.

Via 1,2.

Facebook Comments

4 comentários


  1. É … realmente é assim mesmo, por isso é bom alertar aos pais e divulgar essa notícia, conheço pelos menos uns 3 pais que passam mil e uma atividades para os filhos.. é complicado..

    Boa semana!



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.