A cada 100 empresas abertas no Brasil, 52 são lideradas por mulheres

As mulheres estão cada vez mais ativas no mundo dos negócios – é o que mostra o segundo estudo da Rede Mulher Empreendedora (RME), entidade de apoio ao empreendedorismo feminino. De acordo com ele, a cada 100 empresas abertas no Brasil, 52 são lideradas por mulheres. A pesquisa, realizada em agosto e setembro de 2017, indica que 79% delas possuem nível superior ou mais, 61% são casadas e a idade média ao empreender era 38,7 anos, 44% são chefes de família e 55% têm filhos.

Segundo a Associação Brasileira de Franchising (ABF), o setor de franquias cresceu 8% em 2017 e movimentou R$ 163,319 bilhões, mas a participação de mulheres no comando das redes ou franqueadas ainda é muito baixa. Cris Franco, ex-presidente da ABF, levantou essa bandeira em sua gestão, de 2013 a 2016. Segundo a executiva, o franchising é um ambiente amigável para o empreendedorismo feminino. “O setor de franquias proporciona duas economias que estão aflorando cada vez mais em nosso mercado: a colaborativa e compartilhada. São negócios que estabelecem para ambos lados de gênero um diálogo aberto e livre de preconceitos”, diz.

Ainda de acordo com Cris Franco, durante o seu mandato, foi iniciado o projeto de criação de um comitê de mulheres empreendedoras no franchising brasileiro. “Eu sou a primeira mulher a representar o segmento do franchising no Brasil e não poderia terminar o meu mandato sem deixar um legado promissor. O comitê deixou de ser um projeto e virou uma realidade de sucesso dentro da organização”, diz.

Existem opções para todos os gostos e bolsos dentro deste segmento. Elencamos, então, algumas redes que possuem investimento inicial de R$ 17 mil até R$ 550 mil.

Sigbol Fashion –É a primeira e única rede de franquia de cursos profissionalizantes na área de confecção e moda no Brasil. Atualmente 83% da rede é composta por mulheres, com idades entre 30 e 67 anos. Recentemente a franqueadora lançou o modelo Basic Fast, que permite a uma costureira ser franqueada em um espaço de até 16m², com um investimento inicial a partir de R$ 17 mil. Além desse formato, a empresa oferece outros quatro modelos de franquia, que possibilitam um up grade para quem começou com o formato menor.

Jan- Pro –Especializada em limpeza comercial, a JAN-PRO oferece modelos de franquia com investimento inicial a partir de R$ 20 mil reaisaté R$ 157 milEm todos os casos, a empresa possibilita a aquisição de contratos, garantindo ao franqueado o primeiro cliente ou a devolução do dinheiro.

Mapa da Mina –Rede de franquias especializada em semijoias, criou no final de 2017 um novo modelo de negócio para a expansão no estado de São Paulo e capital. Com investimento de apenas R$ 50 mil, a franquia não necessita de ponto fixo e permite que o franqueado tenha um horário flexível.

Emagrecentro –Há 32 anos no mercado, a rede de estética Emagrecentro, com mais de 100 franquias espalhadas no Brasil, oferece modelos de negócio para investir a partir de R$ 59,500 mil.

Green Station –Primeira rede de franquias de saladas por quilo do país, teve origem no Espírito Santo e atualmente possui a expansão focada para todo Sudeste, com investimento a partir de R$ 117 mil.

Snack Saudável –Rede especializada em delivery de lanches saudáveis para crianças, que teve origem em Ji-Paraná, Rondônia já possui 34 franquias distribuídas em todo o país. Com investimento inicial de R$ 80 mil, a rede fatura em média R$25 mil mensal.

Nhô Sorvetes –A tradicional sorveteria Nhô Sorvetes de São José do Rio Preto, interior de São Paulo, oferece dois modelos de negócio: quiosque com investimento inicial de R$ 162.500 mil e formato loja com R$ 185.500 mil, ambos incluem taxa de franquia e capital de giro.

Casa do Construtor –Rede especializada em locação de equipamentos para construção civil e soluções para o dia a dia, oferece ao investidor dois modelos de negócios. Os valores dos investimentos vão de R$ 250 mil, para o modelo +Rental, a R$ 555 mil para o modelo de loja tradicional.

Patroni –Com mais de 30 anos no mercado, a rede de franquia de pizzarias Patroni está presente em 24 estados e oferece quatro modelos de negócio que cabem em todos os bolsos e variam de R$ 105 mil (delivery) a R$ 775 mil (Don Patroni). Os formatos são implantados de acordo com a característica e poder aquisitivo de cada região.

Facebook Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.