Recomeçar depois do divórcio

Recomeçar depois do divórcio

Andrea Marques, autora da obra Amor de Cordel, que aborda o tema do divórcio e a questão da dificuldade de seguir em frente e recomeçar, mesmo com a estrutura abalada, lista abaixo, algumas dicas baseadas no recomeço da personagem do livro, a Carolina, que enfrentou um divórcio após 14 anos de casamento:

1. Respeite os próprios sentimentos
É normal sentir-se triste e ter vontade de chorar, às vezes valorizar as suas próprias emoções pode ser o primeiro passo para conseguir lidar com elas e seguir em frente.
“Após se passado horas acordada chorando, na manhã seguinte eu estava me sentindo melhor e resolvi que era hora de encarar tudo o que estava por vir com coragem…”.

2. Organize sua vida
Reconstrua a sua rotina, manter a mente ocupada é melhor maneira de evitar pensamentos que te deixam para baixo.
“Assim, decidi que já era tempo de começar o que fosse necessário para iniciar uma nova etapa, e, de forma prática, fui até um dos quartos que era utilizado como escritório, peguei o bloco de anotações e uma caneta para listar tudo o que eu tinha que providenciar. ”

3. Faça atividades físicas
Exercitar-se faz muito bem não apenas para a saúde física, quanto para a mental. Os benefícios são inúmeros, desde melhoras neurobiológicas que previnem doenças com a depressão e até ajudam a recuperar o ânimo e diminuir a ansiedade.
“Sempre sonhei em fazer balé, mas, naquele momento em que iria começar, estava um pouco nervosa achando que era um erro. Respirei fundo e disse a mim mesma que deveria ao menos tentar, e, se não desse certo era só cancelar. Munida com o máximo de coragem, fui para a sala.”

4. Não se prenda a rótulos
Ninguém é velho demais para começar do zero, desprenda-se dos padrões impostos pela sociedade e faça o que bem entender independente da sua idade.
“Cheguei até a esquecer minha idade e, no fim, estava decidida que iria tentar, afinal, o que eu poderia perder com isso, além do meu tempo e dinheiro?”.

5. Faça uma viagem
Tire um tempo off , desconecte a mente dos problemas e saia por aí conhecendo novas culturas. Isso lhe ajudará a abrir a mente e criar uma nova perspectiva da vida.
“Eu sempre gostei de dirigir, e, apesar do trajeto para o interior durar mais de quatro horas, a viagem me ajudou a relaxar e eu até esqueci o motivo pelo qual havia decidido visitar os meus pais.”

6. Aproveite o prazer da própria companhia
Valorize a sua companhia, tire um tempo para si e perceba o quão incrível você é.
“Não teria que contar a ninguém o que estava fazendo – e essa era a grande vantagem de viver sozinha: eu não precisava me preocupar em dar satisfações nem correr o risco de ouvir que era uma bobagem e que deveria investir meu tempo e dinheiro em algo compatível com os meus quarenta anos.”

7. Se permita amar novamente
É comum nos fecharmos após um período traumático. Não deixe que uma experiência ruim te impeça te tentar de novo. Viva, se permita aquecer o coração novamente e não se esqueça do mais importante, seja feliz sempre, você merece!
“Pensei que o mundo necessitava de amor para se tornar um lugar melhor.”

Facebook Comments

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.