Por que para as mulheres as melhores amigas não são para sempre?

Um novo estudo publicado esse mês na Nature Scientific Reports mostrou que pesquisadores tentando entender como as relações de amizade das mulheres são durante a vida, utilizaram registros de telefone – banco de dados das chamadas e sms  – de mais de 3 milhões de celulares de mulheres européias durante sete meses, no qual foram observados padrões por idade e gênero, designando a pessoa mais contatada de cada assinante como o “melhor amigo” e chegaram a conclusão que os melhores amigos das mulheres não são os mesmos a vida inteira.

O contato nº 1 durante os 20 anos de idade, frequentemente é um homem, mas aos 45 anos, provavelmente  é uma mulher – e mais provável ainda que seja sua filha.

Os pesquisadores suspeitam que esses padrões refletem estratégicas das mulheres na forma como mantêm laços sociais, elas parecem concentrar mais no companheiro durante os anos reprodutivos e, em seguida, mudam o foco para as crianças.

É um investimento estratégico por parte das mulheres, tipo de coisa que os homens simplesmente não fazem, todas pessoas têm uma quantidade limitada de tempo, esforço e emoção que podem investir em seus relacionamentos, e as mulheres tendem a investir fortemente em indivíduos, já os homens mostram um padrão muito mais consistente, com uma tendência a ser ligado a uma “melhor amiga” a vida inteira.

A análise revelou que as mulheres a partir dos 18 anos e os homens a partir dos 22, geralmente têm um “melhor amigo” do sexo oposto. Para o homem é mais provável que seja uma mulher durante toda a sua vida, mas as mulheres apresentam um padrão diferente, tendo um melhor amigo durante cerca de 14 anos (até aproximadamente os 32 anos), passando então a ter uma melhor amiga.

A diferença pode ser evolutiva, as mulheres podem se concentrar na reprodução e, em seguida, uma vez que têm filhas(os), concentram as energias para apoiá-las e os netos, além de tenderem a ter relacionamentos mais fortes que os homens.

A pesquisa foi realizada na Europa, mas particularmente durante a faixa dos 20 anos de idade eu realmente tinhamelhor amigo, apesar de também ter “algumas” melhores amigas. Lembro uma vez na adolescência que o meu irmão comentou a respeito de como as mulheres mudavam de melhores amigas.

Com a facilidade em contatar pessoas do passado através das redes sociais, também percebi que tive amigas de infância que sempre pensava nelas como sendo as melhores amigas de determinada época da minha vida, mas notei ao reencontrá-las que provavelmente nunca pensaram como eu.

Atualmente tenho um melhor amigo que já ultrapassou esses 14 anos de amizade mencionado na pesquisa, nos conhecemos em 1993 e temos uma conexão tão grande que o considero um irmão, participou de várias etapas da minha vida, mesmo quando moramos em partes opostas do mundo.

Já as amigas, tenho cinco que considero minhas melhores amigas, das cinco apenas uma eu falo semanalmente, e por incrível que pareça é a que mora mais distante, uma não vejo fazem uns 10 anos, mas sempre mantemos contato via telefone, email, redes sociais, as outras três nem sempre nos falamos, mas as considero melhores amigas, porque são aquelas que na hora do aperto sei que posso contar e espero que elas também tenham consciência de que sempre poderão contar comigo.

E você o que acha de tudo isso? A sua melhor amiga é a sua melhor amiga há quantos anos?

Via.

Facebook Comments
Comments
  1. Go

    Melhor amiga hj em dia é coisa do passado. Durante a infancia e adolescencia tinha a nitida impressão que as amizades forjadas na época seriam para a vida toda. Ledo engano, hj em dia meus best friends são minha mãe, irmã e marido. Ou seja, essa pesquisa se encaixa totalmente comigo! É dolorosa a idéia de se ter “perdido” anos e anos cultivando pseudo-amizades, é quase como que vários “divórcios”. Mas como já disse o poeta ” tudo vale a pena se a alma não é pequena”, então foi bom enquanto durou. E hj com todas as midias sociais é evidente que muitas dessas antigas amizades não se encaixam com o nosso eu atual. Muitas vezes nem nós mesmo seríamos amigos so nosso eu passado. Adorei o texto 😉

    • Veridiana Serpa

      e eu ADOREI o comentário, muito verdadeiro e nos faz refletir…

ADD YOUR COMMENT

Mostrar botões
Esconder botões