Mulheres ocupam 52,4% do cargos de liderança dos novos negócios

Uma pesquisa realizada pelo SEBRAE, em parceria com o Global Entrepreneurship Monitor (GEM), apontou que um número cada vez maior de mulheres estão, hoje, chefiando empresas e organizações. Os dados mostram que 52,4% do cargos de liderança dos novos negócios são ocupados por mulheres e dos 42 países avaliados na pesquisa, o Brasil ficou em sétimo lugar, com 7,7 milhões de mulheres à frente de empresas.

Um levantamento feito pela Rizzo Franchise constatou que o faturamento de franquias operadas por mulheres é 34% maior do que nos negócios operados por homens.  Em 2012 pouco mais de 58 mil mulheres comandavam franquias no Brasil, hoje são cerca de 65 mil, o que representa 48% de todos os franqueados brasileiros. As empresas a cada ano que passa apostam mais no perfil de liderança das mulheres, que se comparado aos homens, têm menos medo de arriscar. A  a forte intuição e percepção detalhista impulsionam esse lado empreendedor, quando utilizadas a favor do negócio consegue analisar rapidamente o cenário para saber com quem estão lidando.

Uma das mulheres que se destacam nesse meio é Danyelle Van Straten que hoje comanda a rede de franquia especializada em depilação formada por cerca de 2 mil mulheres e em 2014 assumiu também a direção da ABF/MG (Associação Brasileira de Franchising).

Quando Danyelle tinha 12 anos, sua mãe adquiriu salão de beleza e detectou que o mercado não oferecia produtos depilatórios de qualidade e decidiu produzir uma fórmula de cera depilatória que fosse o mais natural possível. Aproveitando os conhecimentos sobre a natureza que seu pai tinha, depois de muitas tentativas, Dona Glaci chegou a um produto à base de mel, própolis, e resina de pinheiro. Inicialmente  vendiam o produto para pequenos salões de beleza e com o dinheiro que recebiam elas preparam uma nova produção.

Ainda pequena, Danyelle participava de quase todas as etapas da produção: ajudava a preparar a cera, embalar e vender o produto. A cera de fórmula natural começou a ser vendida em farmácias, supermercados, salões e lojas especializadas em beleza.  Aos 14 anos começou a viajar sozinha por todo país para participar de feiras e eventos de beleza para vender as caixinhas de cera. Na maioria das vezes, ela ia sem ter dinheiro para comer, que dependia da quantidade de cera vendida e dormiam no próprio carro.

Na época a depilação era apenas mais um serviço agregado aos salões de beleza convencionais e realizada em local improvisado, sem conforto e higiene. Assim surgiu a ideia de criar um novo ambiente: um salão de beleza especializado em depilação.

Desde 1996, sob a supervisão de Danylle e Dona Glaci surgiu a primeira loja Depyl Action, instalada em Brasília. A franquia nasceu com uma proposta além da estética, com valores de bem-estar e feminilidade com o manifesto “seja mais Depyl”.

Autalmente a Depyl Action conta com 92 lojas em território Brasileiro e duas na Venezuela,  ocupando lugar de referência no segmento, sendo o único player nacional presente em praticamente todo Brasil a oferecer soluções integradas em depilação. Nos últimos anos além da depilação com cera, implantou em 30% das lojas a fotodepilação e visando alcançar o nicho masculino lançou a marca Depylmen, que oferece um serviço personalizado para o homem. Entre outras novidades, a marca agregou, ainda, uma linha de cosméticos para venda e o serviço de design de sobrancelhas.

Danyelle, administradora e especialista em gestão de rede de franchising, recomenda que as mulheres invistam em capacitação, na autoconfiança e esqueçam o mito de ser “super”.

Outro exemplo de mãe e filha que fazem sucesso trabalhando em família são Roberta e Taís Bento que faturam R$ 50 mil por mês com o projeto educacional “Socorro, meu filho não estuda” que une pedagogia e neurociência cognitiva e transforma conceitos científicos em dicas práticas para serem aplicadas na rotina familiar.

A pedagoga Taís Bento, durante suas férias escolares acompanhava sua mãe, a consultora educacional Roberta Bento, em palestras, congressos, cursos e visitas escolares pelo mundo todo e descobriu no universo do ensino o que ela realmente gostaria de seguir como carreira. Chegou a iniciar o curso de Administração de Empresas, mas trancou para fazer pedagogia e formada, desenvolveu um blog com o intuito de auxiliar pais e responsáveis que buscam ajudar seus filhos com os estudos. Não precisou de muito tempo para perceber a parceria que poderia desenvolver ao lado de sua mãe e profissional educacional experiente. Roberta pediu demissão da empresa que trabalhava há 18 anos e era vice-presidente.

Lançado em setembro de 2014, atualmente, o projeto funciona em diversos formatos,  sua proposta é tornar a relação de crianças e adolescentes com os estudos mais saudável e simples. Em consultoria para os pais e responsáveis, as educadoras mostram como o cérebro do estudante funciona na prática, não só para que ele encontre as melhores formas de aprender, mas principalmente tenha prazer em adquirir conhecimento. A principal parte do projeto é completamente gratuita para os pais e responsáveis. Eles podem acessar ao site, ler conteúdos ou enviar suas histórias e dúvidas paras as educadoras, que elas indicarão algumas alternativas para ajudar a família, caso a caso. Elas também possuem um livro, que leva o mesmo nome do projeto, um canal no Youtube e fazem palestras em escolas e eventos.

Os projetos futuros incluem o “Socorro, meu aluno não aprende” e o “Socorro, como meu cérebro aprende”, as duas veem no convívio familiar um motivo a mais para continuarem investindo nessa área e encontram uma na outra, características que se complementam e possibilitam o sucesso e prazer no que fazem.

Atualmente Taís  é graduada em Pedagogia pela Universidade de São Paulo (USP) e pós graduada em Marketing pela Fundação Armando Álvares Penteado (FAAP). Especialização em Aprendizagem Baseada no Funcionamento do Cérebro e Aprendizagem Cooperativa pela Universidade de Minnesota e pela Universidade de San Diego. e Roberta é graduada em Letras, com especialização em formação de professores de Línguas (International House, Inglaterra) e com pós-graduação em Marketing e em Gestão de Pessoas pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Especialização em Aprendizagem Baseada no Funcionamento do Cérebro pela Universidade da Califórnia e Duke University, e em Aprendizagem Cooperativa pela Universidade de Minnesota e Universidade de San Diego (Estados Unidos). É a única brasileira membro do Conselho Internacional de Educação da Microsoft.

 

Facebook Comments

ADD YOUR COMMENT

Mostrar botões
Esconder botões