Estilo de vida e tratamento do Câncer

Estilo de vida e tratamento do Câncer

Quem não gostaria de saber quando será descoberta a cura do câncer ? Atualmente quase todos conhecem alguém que já tiveram a doença ou perderam um ente querido para mesma, sem falar nas próprias pessoas que já foram diagnosticadas com câncer. Mas será que somente as pílulas e tratamento é a soluição?  Será que as medidas relacionadas à maneira como se vive não interferem no tratamento?

Para a Dra Mariela Silveira, pesquisadora e diretora médica do Kurotel – Centro Médico de Longevidade & Spa, instituição brasileira acreditada pela Wellness for Cancer como um dos mais completos centros de tratamento pós-câncer na área de spas, os medicamentos podem ser muito importantes. Contudo, ainda se fala pouco na ‘cura antes da doença se instalar’. Grande parte da nossa sociedade, enquanto está debruçada a procura da cura do câncer, segue sedentária, comendo fast food, respirando fumaça e, com visão embaçada, continua adoecendo.

De acordo com a médica é preciso romper esse padrão e abrir os olhos para a cura do presente. Apesar dos cânceres não serem preveníveis, grande parte deles podem ser, indubitavelmente, prevenidos ou controlados, há evidências científicas da Medicina Integrativa e o Câncer.  A Medicina Integrativa é a prática da medicina que reafirma a importância da relação entre o paciente e o profissional de saúde. Ela é focada na pessoa em seu todo, informada por evidências e faz uso de todas as abordagens terapêuticas adequadas, com profissionais de saúde e disciplinas para obter o melhor da saúde e cura (health and healing).

Dra. Mariela Silveira faz parte do comitê de estudos de Evidências Científicas da Medicina Integrativa e Câncer.  Segundo a ela, tirar o estigma do câncer não está somente nas mãos dos cientistas ao descobrirem drogas mais efetivas para impedirem o desenvolvimento de tumores. Está nas mãos de todos. A médica ressalta a importância de que em um breve futuro, as pessoas possam usar o conhecimento disponível e quebrar paradigmas através de escolhas que promovam mais saúde, que percebam o impacto do ‘alimento/medicamento´, que se é mastigado várias vezes ao dia, em nossos cafés da manhã, almoço e jantar; assim como tantos outros ‘medicamentos-hábitos’ que são esolhas feitas no dia a dia.

Facebook Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.