[Curta-metragem] Bullies de Daniel Bydlowski

Danie Bydlowski , cineasta brasileiro em LA, traz no seu longa metragem, que mescla realidade virtual e tecnologia 3D, NanoEden, chamado Bullies, um alerta sobre o problema do bullying que hoje é uma das formas de violência que mais cresce no mundo.

Por ter passado por essa experiência quando era criança, o cineasta conduziu o projeto para que outros jovens saibam que há apoio para o que eles estão passando, além de incentivar a edução para que esse tipo de agressão seja extinto nas escolas.

A proposta do filme tem como o público principal os jovens e crianças que sofrem e fazem o bullying.

No filme, Eugene, um garoto normal, sofre todos os dias bullying de um grupo de valentões. Em uma das fugas para evitar o sofrimento da violência, ele encontra um esconderijo extremamente seguro. Porém, para continuar nesse lugar, ele precisa desistir de outras coisas, como a sua família e as histórias em quadrinho de que tanto gosta.

Em uma metáfora da morte, Daniel demonstra artisticamente um triste final para os conflitos dos alunos com o bullying. Daniel não pretende que o intuito do filme seja eliminar o problema de bullying ou mostrar qual o melhor caminho a seguir, mas sim ajudar as crianças, que muitas vezes escondem o trauma, a verem que não estão sozinhas para que possam lidar com o problema sem medo de serem felizes.

Para saber mais, acesse o site: https://www.bulliesfilm.com/

SOBRE O DIRETOR  Daniel Bydlowski é cineasta brasileiro com Masters of Fine Arts pela University of Southern California e doutorando na University of California, em Santa Barbara, nos Estados Unidos. É membro do Directors Guild of America. Trabalhou ao lado de grandes nomes da indústria cinematográfica como Mark Jonathan Harris e Marsha Kinder em projetos com temas sociais importantes. Seu filme NanoEden, primeiro longa em realidade virtual em 3D, estreia em breve.

Facebook Comments
Curta nossa página 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.