Alla Nostra MRC Borges Deficiência Negligência e Má Fé?

Alla Nostra MRC Borges Deficiência Negligência e Má Fé?

Compramos um apartamento que por contrato o construtor nos entregou sem os acabamentos de piso. Tínhamos a necessidade de concluir o piso para a colocação de móveis e equipamentos. Optamos por elaborar um projeto envolvendo arquitetura e decoração. Passamos a procurar profissional ou empresa que pudesse nos assessorar na elaboração do projeto e realizar a sua execução.

Ao comprarmos móveis planejados recebemos da vendedora a indicação da empresa Alla Nostra (razão social MRC Borges Móveis ME nome fantasia Alla Nostra Móveis e Decorações) como sendo conhecida da loja e habilitada para projetar e executar os serviços necessários para antes e depois da instalação dos armários. No dia seguinte na loja a vendedora nos apresentou pessoa da Alla Nostra com quem conversamos, e daí surgiu esta possibilidade de “parceria” para as obras que pretendíamos fazer no apartamento.

Nos dias seguintes, já no escritório da Alla Nostra, fizemos algumas reuniões, apresentando nossas necessidades.

A Alla Nostra apresentou-se como apta para a empreitada, tendo as equipes de profissionais adequadas para a execução das obras.

Alla Nostra elaborou o projeto de revisão dos armários adquiridos, o que foi comunicado ao fabricante. Desenvolveu o projeto arquitetônico dos ambientes do apartamento. O projeto considerou o reposicionamento dos comandos de eletricidade para adequá-los aos móveis planejados. Apresentou-nos soluções que desconhecíamos como os tubos embutidos na parede em substituição aos painéis de madeira para passagem de cabos para TV e equipamentos. Acatamos outras sugestões como a troca das bancadas da cozinha, do tanque, do lavabo e do banheiro principal.

Isto tudo nos levou a entender que a Alla Nostra faria o acompanhamento da execução dos equipamentos a serem produzidos por terceiros e a sua finalização, o acompanhamento da montagem dos móveis planejados, principalmente quando o contrato garantia esta responsabilidade.

Antes e durante o planejamento e a execução da obra foram surgindo outros fornecedores e prestadores de serviços, por indicação da Alla Nostra, do condomínio e por nossa escolha.

Após a aprovação do pré-projeto recebemos e assinamos o contrato. Passados alguns dias, as obras foram iniciadas,e então terminou a lua de mel.

PESSOALTÉCNICORapidamente percebemos que a equipe de profissionais era na realidade toda terceirizada e nem sempre as pessoas eram do conhecimento prévio da Alla Nostra. Houve entre os profissionais, pessoas sem nenhum preparo para a função, pessoas alcoolizadas, pessoas nitidamente perdidas na obra por falta de orientação. Faltaram profissionalismo e capacidade técnica na supervisão e acompanhamento dos serviços: conhecer, conversar e ambientar prévia e adequadamente os profissionais sob sua responsabilidade, coordenar as atividades para evitar desperdício de material, de tempo e de esforços em retrabalho, elaborar adequadamente as listas de compras (tivemos excesso de materiais solicitados em cerca de 50% na iluminação e nos revestimentos e falta de materiais em pintura e alvenaria). Faltou respeito e consideração para com os próprios profissionais, e ter certeza da competência das pessoas contratadas. Durante períodos de semanas a Alla Nostra ausentou-se da obra sem nenhuma explicação plausível.

RESPONSABILIDADE TÉCNICA Quando cobrada sobre as falhas do pessoal, de projeto e de execução, a Alla Nostra esquivou-se da responsabilidade fornecendo explicações implausíveis, faltando com o respeito aos outros fornecedores e prestadores de serviço, colocando-se como parte ofendida e prejudicada, demorando em atender nossas solicitações, ou simplesmente não as atendendo.

RESPEITO ÀS NORMAS ABNT Em abril de 2014 foram publicadas pela ABNT e amplamente divulgadas pelas administradoras de condomínios, normas sobre obras realizadas em edifícios. Esta foi uma de nossas exigências à ALLA NOSTRA. No entanto, face à pouca exigência do condomínio os relatórios prévios não foram elaborados.

RELAÇAO DE ATIVIDADES E CRONOGRAMA A falta de um cronograma de serviços, e o não fornecimento prévio da relação de serviços a serem executados me obrigou a supervisionar a execução das obras diariamente junto aos profissionais executantes dos serviços.Obtive as informações da inadequação a ordem de execução das atividades através da manifestação espontânea dos profissionais subcontratados pela própria Alla Nostra.

Quanto à compra e fornecimento pelos contratantes de material necessário para as obras ocorreu a “confusão” entre insumos para obras (da responsabilidade do contratante) e ferramentas e materiais de apoio para os executantes (de responsabilidade da contratada).

Desde o início foi explicado que as plantas hidráulicas e de eletricidade fornecidas pela construtora referiam-se ao apartamento padrão do edifício e não aos apartamentos modificados por solicitação do proprietário, que é o nosso caso. Comentamos com a Cida e apresentamos o SCANNER DE PAREDE para a detecção de tubulação hidráulica, de eletricidade, e de pilares, que esteve à disposição para uso, mas não foi usado. Ainda assim tivemos como resposta (sic) “mas como a planta nos fornecida está com medidas erradas”.

PAREDE NOVA E RACHADA Consta do projeto uma parede de alvenaria entre cozinha, corredor e sala. Mal construída ficou impraticável. Preferiram “consertar o estrago” a derrubá-la e fazer a parede corretamente. Hoje a parede, que ainda não tem seis meses, já apresenta rachaduras.

Portas passaram a ranger por causa da poeira acumulada durante as obras. Resposta da Alla Nostra(sic) este serviço não foi contratado,vamos fazer a limpeza das portas quanto a sujeira.”

SUBSTITUIÇAO DE BANCADAS Quatro bancadas foram projetadas pela Alla Nostra, que nos apresentou o fornecedor e executante. Compramos o porcelanato para execução das bancadas e refazer o revestimento de um box que foi ampliado. Houve uma sobra de 50% do revestimento comprado, pago e sem a possibilidade de devolução. Solicitamos o projeto de uma nova bancada para a área de serviço para evitar a perda do porcelanato que sobrou. A Alla Nostra esquivou-se da complementação das bancadas (instalação de torneiras, válvulas, sifões, etc.). Preferiu explicar que o serviço não constava do projeto a assumir que a proposição de reformulação de uma bancada inclui a sua reinstalação. Os tratou como se fossem serviços adicionais e independentes.

PAINÉIS PARA TV O projeto dos móveis planejados previa painéis em todos os pontos para a instalação de TVs. A Alla Nostra substituiu quatro destes painéis por outra solução, tubos embutidos. Diante estas informações inferimos que o acompanhamento da montagem de bancadas e de suportes para TV deveria ser feita pela Alla Nostra. Outra vez, Alla Nostra negou-se a executar o serviço. Somente duas das quatro tubulações funcionaram, pois duas ficaram abaixo das bancadas de apoio dos equipamentos. Estão irremediavelmente perdidas: nova perda de 50%.

ERROS DE PROJETO – FALHAS DE EXECUÇAO

Ainda não conseguimos concluir as obras, pois tivemos que contratar profissionais experientes para fazer o trabalho essencial que a Alla Nostra não incluiu no projeto. Mas já pudemos fazer uma relação das falhas de projeto e erros de execução.

 

  • ·Despensa
    • oO interruptor de iluminação ficou em baixo e no fundo de prateleira, praticamente inacessível ou inutilizando a prateleira.
    • oAlla Nostra insistiu em que o trabalho exigiria que se rasgassem as paredes.
    • oPor nossa solicitação o eletricista transferiu o interruptor para outra caixa de eletricidade na entrada da despensa.
  • ·Escritório
    • oPonto de telefonia ficou atrás de prateleira. Sem solução, a caixa ficou sem o espelho.
  • ·Cozinha
    • oNos interruptores dentro da cozinha há um para lâmpada da sala, que não se pode ver da cozinha. Quem o aciona não percebe nenhum resultado.
    • oHavia um ponto de força ativo atrás do forno, eliminado por nossa solicitação.
    • oSobraram interruptores e tomadas ativos perdidos atrás dos armários e sob a bancada da pia. Foram eliminados por nossa solicitação.
    • oUma porta foi substituída e outra foi acrescentada. As portas foram seladas sem que fossem previamente lixadas e impermeabilizadas.
    • oO ponto de força para a coifa foi colocado exatamente no ponto de fixação da coifa. Foi necessário realocá-lo.
  • ·Bancadas originais retiradas
    • oA retirada das bancadas originais deixou material preso às paredes (cola, silicone, pedaços de pedra, etc.). A Alla Nostra recusou-se a retirar os detritos alegando que (sic) “é quase que impossível de ser retirada e vai ser colocada outra pia no local
    • oNós mesmos retiramos os detritos. Bastou boa vontade e disposição para o trabalho.
  • ·Lavabo
    • oA tubulação original para a pia de ½” foi substituída por nova tubulação de ¾” exigindo luva de redução para permitir a instalação da torneira.
  • ·Corredor
    • oFoi eliminado um conjunto de interruptores junto à entrada da cozinha, que serviam para acionar iluminação do corredor. Faz falta. É necessário caminhar até a metade do corredor para acender sua iluminação.
    • oA nova parede de separação entre sala, corredor e cozinha foi mal construída e em seguida teve que ser reformada, por iniciativa da própria Alla Nostra, e já apresenta rachaduras. Recusamos a solicitação da Alla Nostra para compra de material para a reforma da parede. Nesta parede deixamos de instalar, como previsto, uma porta de correr.
  • ·Sala
    • oFalta interruptor para iluminação junto à entrada do corredor para a sala.
  • ·Varanda
    • oFoi projetado e instalado deck para diminuir o desnível do chão entre a varanda e a sala. O deck, tem partes vazadas, por onde entram líquidos, poeira e sólidos. Sob o deck há instalações hidráulicas para escoamento de água pluvial e de limpeza. Todas as partes do deck foram fixadas impedindo o acesso à tubulação hidráulica (para manutenção por parte do condomínio) e não permitindo a limpeza periódica. Alla Nostra se nega a fornecer dados do construtor e instalador do deck para que possamos providenciar as correções necessárias.
    • oInterruptor para 220 V da churrasqueira ficou atrás das gavetas do armário. Apesar de solicitado o ponto não foi transferido nem eliminado.
  • ·Quartos 2 e 3
    • oO tubo para a passagem de cabos da TV para os aparelhos (tv a cabo, DVD player, etc) ficou com uma entrada atrás da TV e a saída em baixo da bancada onde ficam os equipamentos. Não cumpre a função de projeto e não pode ser usado.
  • ·Piso vinílico
    • oA preparação do chão para a instalação do piso vinílico foi mal feita deixando ondulações e desníveis (caroços) que estão visíveis e deixaram frestas entre o piso e o rodapé. Os cortes não seguem a um padrão. Há pontas se soltando.
    • oCompramos massa de madeira para tampar as frestas entre o piso e o rodapé e executamos o trabalho.
    • oO piso vinílico foi encerado sem que antes fossem retirados os resíduos de cola com removedor, conforme instruções do fabricante. Ainda hoje há resíduos de cola no piso.
  • ·Pintura
    • oA pintura das paredes foi feita antes de atividades que demandam apoio nas paredes como a montagem dos móveis planejados, montagem das bancadas, instalação de componentes hidráulicos, assentamento do piso vinílico, etc.
    • oResultou a contínua necessidade de revisão da pintura. A última feita pela Alla Nostra acabou por espargir tinta em partes comuns do condomínio (deck e corrimão da piscina, piso, etc.). A Alla Nostra demorou três semanas para efetuar a limpeza cobrada pela Administração do Condomínio.
  • ·Limpeza
    • oA Alla Nostra recusou-se a realizar a limpeza grossa da sujeira resultante da execução das obras, bem como re-lubrificar os gonzos de portas devido à poeira acumulada. Usou a lógica de quem faz uma obra deixa o ambiente irremediavelmente sujo sem a responsabilidade da limpeza.
  • ·Varanda – rede de proteção e envidraçamento
    • oDada à frequência de crianças e animais de estimação contratamos a colocação de rede de proteção em todo o apartamento. Adquirimos também o fechamento da varanda em vidros. As medições foram feitas antes de qualquer outra ação da Alla Nostra.
    • oO zelador nos levou para ver a instalação da rede de proteção em um dos apartamentos do condomínio. Havia barras de suporte instaladas abaixo do teto em gesso, de forma descontínua com aspecto desagradável.
    • oAlla Nostra propôs a instalação da barra acima do teto em gesso, abrindo uma janela na lateral do teto.
    • oNa ocasião do envidraçamento da varanda houve impasse de que a barra impedia a instalação dos vidros. Tivemos que abrir novamente o teto em gesso para ficar evidente que os vidros podiam e deviam ser instalados sem nenhum empecilho.
    • oDurante o fechamento da faixa do teto em gesso os profissionais provocaram trincas e tiveram que derrubar o teto inteiro e o reconstruir.
    • oA primeira reconstrução foi feita 9,5 cm abaixo da altura original, inviabilizando a colocação dos vidros. Uma falha técnica imperdoável.
    • oFoi necessário derrubar novamente o teto em gesso e reconstruí-lo na altura correta.
    • oPor solicitação da Alla Nostra agendei reunião com a empresa do envidraçamento no dia 10 de novembro. A Alla Nostra não compareceu à reunião solicitada por ele própria. Havia uma segunda reunião conosco na seqüência e a Alla Nostra compareceu com atraso de 30 minutos (mais de uma hora em relação à primeira reunião).
  • ·Quanto aos demais fornecedores e prestadores de serviço recebemos as seguintes observações (sic)
    • omas como a planta nos fornecida está com medidas erradas foi furado um cano e danificado o móvel e que não foi cobrado nada nem do Sr e nem da construtora que não tem uma planta descente – NOTA: o banheiro em questão não consta na planta fornecida pela construtora.
    • oQuanto a pintura a sujeira feita por nossos profissionais vai ser reparada,as portas ainda não foram pintadas pois chegaram fora do prazo,portanto vai ser pintada semana que vem,quanto a sujeira feito” por “outra empresa que não é de nossa responsabilidade não podemos nos responsabilizar.” – NOTA: A Alla Nostra foi contratada desde o início para trabalhar em uma obra executada por várias empresas e deveria levar em consideração as diversas atividades envolvidas.
    • oa empresa contratada pelo Sr foi leviana em tirar as medidas e executar o serviço sem nenhum comprometimento com os outros profissionais” – NOTA: o outro fornecedor havia feito as medições antes da ação da Alla Nostra.
    • oo sifão trincou pois estava ressecado,péssima qualidade entregue pela construtora”. – NOTA: Substituímos por outro sifão flexível de plástico que estava disponível na obra devido à retirada das bancadas.
  • ·Recebemos da Alla Nostra uma nota fiscal e um recibo em valor inferior ao contratado que pagamos integralmente em 2014.
  • ·Ao redigir estas notas percebemos que no contrato a Alla Nostra não é representada por nenhuma pessoa física e a assinatura aposta no contrato não é identificada por nome e CPF do responsável.

 

 

Facebook Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.