Que tipo de alimentos não podem faltar na sua cozinha?

Alimentos que ajudam a combater o câncer

Manter uma alimentação saudável não é fácil, e nem sempre é gostoso. Legumes, frutas, verduras, peixes, soja, chás, azeites e alguns outros ingredientes nem sempre fazem parte do cardápio e do gosto das pessoas. Mas muitos deles, além de auxiliar no controle de peso e na saúde em geral, também podem ser grandes aliados no combate ao câncer.  Recebemos do hellofood os principais alimentos que podem te ajudar nesse combate.

    1. Pipoca – pode  ser  uma  importante  aliada  para a saúde, contém o polifenol, um antioxidante que reduz o risco de câncer.
    2. Melancia, tomate e goiaba – esses três alimentos são ricos em licopeno, substância antioxidante responsável pela coloração vermelha e que previnem o câncer de próstata.
    3. Brócolis, couve-flor e repolho – têm sulfarofanos, substâncias capazes de eliminar substâncias químicas responsáveis por mutações cancerígenas. O consumo diminui o risco de câncer de mama, útero, próstata, intestino, bexiga, pulmão e laringe.
    4. Chás verde e branco – ótimos para aquecer no inverno, muito usados nas dietas, são ricos em compostos polifenóicos, que tem efeitos anticancerígenos. Essa substâncias inibem o surgimento e o desenvolvimento de tumor no pulmão, esôfago, duodeno, pâncreas, fígado, mama e cólon.
    5. Soja – esses alimentos são fonte de isoflavonas, que ajudam contra várias formas de câncer, destacando-se os de mama e próstata.
    6. Linhaça – é fonte de lignana, um fitoestrógeno de ação relacionada à prevenção de câncer de mama, colo do útero e próstata.
    7. Uvas vermelhas, suco e vinho tinto – já é sabido que uma taça de vinho pode fazer bem ao coração e à saúde. Essa qualidade de uva contém altas concentrações de antioxidantes fenólicos (catequina, epicatequina, resveratrol) que são potentes agentes preventivos do câncer.
    8. Frutas cítricas (laranjas, limas, limões e tangerinas) – grandes fontes de vitamina C e auxiliam no combate de gripes e resfriados, também tem limonóides, substâncias antioxidantes que apresentam efeito preventivo contra o câncer.
    9. Azeite de oliva extravirgem – traz vários benefícios para a saúde, são fonte de antioxidantes fenólicos, que ajudam a reduzir o risco de câncer de mama e de pulmão.
    10. Alho – um alimento que ajuda a afinar o sangue, é rico em alicina, que inibe a ação de nitrosaminas, associadas ao câncer do aparelho digestivo.

Como fazer substituições inteligentes no cardápio

Escolher o que e quando comer pode ser uma tarefa simples. Contudo, nos dias de hoje, muitas informações são veiculadas sobre alimentos titulados “bons” ou “ruins”, o que pode dificultar nossas escolhas. A Academia de Nutrição e Dietética (Academy of Nutrition and Dietetics), entidade norte-americana referência em nutrição, salienta que é possível ter uma alimentação saudável sem restringir qualquer tipo de alimento.

O segredo está na moderação, com quantidades equilibradas para o seu corpo além da combinação com a prática regular de atividades físicas.

A nutricionista Lara Natacci, Coach em Saúde e Bem Estar, reforça que os alimentos de alto valor calórico podem fazer parte das nossas refeições, desde que moderadamente, e associados a um estilo de vida saudável. Abaixo 
a nutricionista pontua ótimas dicas para incluir e substituir nas refeições e lanches:

  1. Grãos e Cereais Integrais – os grãos são parte importante da alimentação pois são boas fontes de carboidrato, essenciais para o fornecimento de energia ao organismo, devendo compor cerca de ¼ do seu prato nas refeições principais. Prefira os grãos e cereais integrais que são ricos em vitaminas, minerais e fibras. As fibras são aliadas à saciedade, além de contribuírem com a digestão dos alimentos e prevenção de doenças como diabetes e colesterol alto.
  2. Gorduras – podem ser aliadas ou vilãs quando o assunto são doenças cardiovasculares. Prefira consumir gorduras poli e monoinsaturadas, aliadas à saúde cardiovascular, estão presentes no azeite de oliva, em óleos vegetais (soja, canola, girassol) e derivados, como o creme vegetal, além do azeite, abacate, castanhas e nozes.Tente substituir a manteiga (rica em gordura saturada, relacionada ao desenvolvimento das doenças cardiovasculares) pelo creme vegetal e ao cozinhar, a gordura de porco pelo óleo vegetal. Sugere-se polvilhar algumas nozes ou sementes de girassol em uma salada, iogurte ou cereal. Ainda, pode-se finalizar legumes cozidos salteando com azeite de oliva extra-virgem ou ainda com cremes vegetais adicionados de fitoesteróis. Estes componentes são grandes aliados na manutenção do colesterol sanguíneo junto a uma alimentação equilibrada e hábitos de vida saudável.
  3. Carnes – boas fontes de proteína na alimentação, são aquelas com menor teor de gordura saturada (gorduras que quando consumidas em excesso, estão relacionadas ao desenvolvimento de doenças cardiovasculares). Prefira carnes magras, como peito de frango sem pele, carnes sem capa de gordura ou então opte pelos peixes como atum e salmão, boas fontes de gorduras benéficas à saúde cardiovascular, como as poli-insaturadas ômega-3.
  4. Leites e Derivados – as melhores escolhas para esse grupo de alimentos são os de baixo teor de gorduras total e saturadas, como os leites desnatados e queijos brancos. Se você está acostumado com leite integral e queijos amarelos, comece incluindo as opções menos gordurosas lentamente como parte do hábito: ora consuma o integral, ora o desnatado, ou ainda tente o leite semidesnatado, que já conta com uma boa redução de gorduras. Experimente os queijos brancos reduzidos em gordura.
  5. Bebidas – água! Deixe uma garrafinha de água na bolsa/mochila e tente dar uma bebericada sempre que possível. Para as demais bebidas que estão presentes no seu dia, a recomendação é escolher sucos de frutas naturais, sem adicionar açúcar, ou chás. Ainda, uma sugestão de bebida mais refrescante e com algum sabor é aromatizar a água com sumo de limão ou folhas de hortelã.

Alimentos que ajudam a controlar a pressão alta

Segundo a Sociedade Brasileira de Hipertensão a doença atinge 30% da população brasileira. No mundo, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS),  7 milhões de pessoas morrem a cada ano e 1,5 bilhão adoecem por causa da pressão alta. Para se prevenir, é fundamental cuidar da alimentação.  Abaixo algumas dicas da Nação Verde que podem ajudar no controle da doença.

Alho  – tem ação expectorante, analgésica, antibacteriana e trata a hipertensão arterial leve, reduzindo os níveis de colesterol. Pode ser utilizado diretamente no preparo de alimentos, é possível consumi-lo na forma de suplementos alimentares, os chamados “óleos de alho”,  que têm as mesmas propriedades e são comercializados em cápsulas.

Alimentos ricos em potássio – como inhame, feijão preto, lentilha, abóbora, cenoura, chicória, couve-flor, vagem, espinafre, rabanete, abacate, banana, ameixa, laranja, mamão e maracujá são ricos em potássio e ajudam a controlar a entrada de sódio no organismo. Quando o potássio entra nas células, o sódio sai. Essa dinâmica garante o equilíbrio hidroelétrico do corpo.

Alimentos com ômega 3 e 6 – peixes gordos, como sardinha, atum, cavala, salmão e arenque, têm mais ômega 3 e 6, o que colabora para a retirada do excesso de gordura do sangue, ajudando na fluidez da circulação. O óleo de linhaça também é fonte natural dessas substâncias e ser consumido no formato de suplemento alimentar, em cápsulas.

Carne vermelha – prefira carnes magras, que têm menos sódio na composição. Carnes gordas também aumentam o percentual de gordura no sangue, o que pode levar ao entupimento dos vasos e aumento da pressão arterial. Na hora de cozinhar, não frite a carne: prepare-a assada, grelhada ou cozida.

Temperos  – ingredientes como salsa, coentro, cebola, cebolinha, orégano, limão e louro ajudam a reduzir o sal adicionado na preparação da comida. O consumo excessivo do sal é um dos principais causadores de hipertensão.

Fique atento a alimentos industrializados e dietéticos – são vilões na hora de controlar a pressão. Enlatados, embutidos, salgados e refrigerantes sem açúcar costumam ter alto percentual de sódio, o que leva ao aumento da pressão por causa da retenção de líquidos.

Alimentos que não podem faltar na cozinha

A chef Natalia dos Santos, da Unilever, pensando na rotina corrida da maioria das pessoas que acaba deixando pouco tempo para preparar as refeições em casa elegeu os sete alimentos que não podem faltar na sua cozinha.

1 – Amido de milho –  pode ser usado em receitas doces ou salgadas. O ingrediente deixa bolos mais fofinhos, dá leveza e crocância aos biscoitos, e até engrossa molhos e caldos.

2 – Caldos – ajudam a deixar a comida mais saborosa e podem ser usados como ingredientes no preparo de diversos alimentos, como arroz, sopas, risotos e carnes.

3 – Frutas – ricas em fibras, vitaminas e minerais, são ótimas opções para a hora da fome. Práticas, podem ser consumidas também na forma de sucos, vitaminas ou saladas de frutas. Uva, maçã, pera e banana são ótimas opções para sempre ter em casa.

4 – Legumes e verduras – essenciais em uma alimentação equilibrada, possuem fibras, vitaminas e minerais. Algumas hortaliças, como a cenoura e o brócolis, podem ser pré-cozidos e congelados em porções pequenas, para serem utilizados aos poucos. Legumes e verduras podem ser consumidos crus, como saladas, ou cozidos, como acompanhamento de pratos. Para facilitar no momento do preparo, guarde-os sempre higienizados.

5 – Leite – fonte de proteína e cálcio, o leite pode ser consumido acompanhado de cafés, batido com frutas ou puro, além de ser utilizado em receitas doces e salgadas.

6 – Maionese – ingrediente versátil, a maionese pode ser utilizada de diversas maneiras para o preparo de uma refeição rápida, como sanduíches, molhos para saladas e entradas. O ingrediente também pode ser utilizado para pratos como macarrão, bife e arroz cremoso.

7 – Ovos – alimento prático na culinária, o ovo e está presente em muitas sobremesas, como bolos, tortas e mousses, e no preparo das refeições principais, seja ele cozido ou na forma de omelete.

 

Facebook Comments

ADD YOUR COMMENT

Mostrar botões
Esconder botões