Informações que os adolescentes precisam saber sobre sexo

Informações que os adolescentes precisam saber sobre sexo

Muitos pais nos dias de hoje, por incrível que pareça, ainda tem dificuldade de conversar com os filhos adolescentes claramente sobre sexo, mas uma coisa todos devem manter em mente, que por mais estranho que pareça, esse papo é o que poderá ajudá-los a manter uma vida saudável e até mesmo salvar sua vida.

Felizmente e ao mesmo tempo infelizmente, os adolescentes não pegaram a pior época da AIDS e para muitos a contaminação com o HIV é algo distante, ledo engano.Os pais devem ter um diálogo aberto e alguns pontos são extremamente importantes de serem tocados:

1. Preservativo: o uso é quase tão eficaz na prevenção da gravidez como a pílula quando usados ​​corretamente, além de reduzirem drasticamente a chance de contrair uma infecção sexualmente transmissível. Vale salientar que se deixarem para colocar o preservativo no último minuto, no calor do momento o rapaz pode não ter o controle que geralmente tem podendo não dar tempo e muitos adolescentes não sabem que podem engravidar antes da ejaculação; o chamado de pré-ejaculatório está carregado com esperma.

2. Alto risco de doenças sexualmente transmissíveis: jovens com idades entre 15 a 24 representam 25% da população sexualmente ativa, mas eles respondem por quase 50% dos novos casos de DST – doenças sexualmente transmissíveis -, é indicado que os jovens façam pelo menos uma vez por ano o teste para HIV, sífilis, clamídia e gonorréia.

3. O terceiro tópico varia muito da percepção que os pais tem de início de vida, a religiosidade também pode influenciar se essa parte da conversa será incluída, a pílula do dia seguinte, não é abortiva como muitos pensam, tem o objetivo de bloquear a ovulação dificultando a gravidez.

Se o adolescente tiver relações sexuais desprotegidas ou estourar o preservativo,o plano B pode ser a pílula do dia seguinte, e que pode impedir a gravidez se tomada até 72 horas após o ato sexual, embora seja mais eficaz quando tomada imediatamente.

O importante é manter uma linha aberta de diálogo em relação a realidade da maioria dos jovens, lógico que para um grande número de pais o ideal seria que seus filhos permanecessem virgens, mas a realidade da maioria é outra e é essencial os filhos saberem que podem contar com os pais, principalmente para se prevenirem de doenças e gravidez indesejada.

Abaixo alguns links com informações que podem ajudar:

Facebook Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.