4/1 – Discovery exibe Sobrevivi e Gravei

Em tempos de câmeras portáteis, as experiências de sobrevivência assumem uma nova dimensão: tornam-se registros guardados não apenas nas memórias daqueles que as presenciaram, mas em vídeos eletrizantes que superam qualquer descrição.
A partir de quarta-feira, 4 de janeiro, às 23h10, o Discovery atualiza a proposta de sua série original, “Sobrevivi”, com a estreia SOBREVIVI E GRAVEI (Still Alive). A atração coloca o telespectador como testemunha de momentos críticos –  ataques de urso e tubarões, avalanches, tornados, corredeiras mortais e trombas d’água – a partir de imagens captadas por pessoas que, em um átimo, viram a si mesmas em meio à luta pela própria vida, à beira de desastres que parecem inevitáveis.
Cada episódio de uma hora reúne diversos casos, contados a partir das imagens originais, que são revistas pelos protagonistas. Junto aos vídeos, os sobreviventes narram os fatos em primeira pessoa, compartilhando a perspectiva individual, a adrenalina que sentiram e os pensamentos que lhes ocorreram.
No episódio que inaugura a série, uma dupla percorre as águas turbulentas e geladas de um rio em seus caiaques. Para Dave Fusilli e Bren Orton, ambos adeptos de esportes radicais, nada poderia dar errado. Com câmeras à prova d’água posicionadas nos capacetes, eles iniciam a descida da corredeira. Dave percebe que o Bren está em apuros, na rota errada, e sendo sugado para o fundo do rio a poucos metros de uma cachoeira com dezoito metros de queda. Bren precisa abandonar o caiaque e Dave tem apenas uma chance de salvar o colega.
Tyson Arakaki pesca com arpão no mar do Havaí e gravou o dia em que virou a presa. Ele também carregava uma câmera consigo e captou o momento exato em que um tubarão-tigre se aproxima, atraído pela pesca do dia. Uma das espécies mais perigosas para os humanos, o animal nada em torno do mergulhador por intermináveis minutos – em um jogo entre caça e caçador que coloca Tyson em posição de total vulnerabilidade; ele não pode perder o animal de vista e subir de volta ao caiaque pode ser a brecha que o predador espera. Nathan Podmore e Dave Richards também são mergulhares e se aventuram na costa australiana; durante uma das incursões, eles se deparam com um tubarão-branco em modo de ataque.
Ainda no primeiro episódio de SOBREVIVI E GRAVEI, os irmãos Eric e David Hanson praticavam canyoning, descida de cânions com equipamento de escalada, quando uma tempestade chegou de repente. Na companhia de dois amigos, eles tentaram se refugiar da fúria das águas na parte baixa de um cânion com um paredão de mais de vinte metros de altura, mas descobriram tarde demais que estavam na rota de uma violenta tromba d’água. Foi uma questão de segundos até que eles resolvessem usar o equipamento que tinham consigo para gravarem suas mensagens de despedida.
O segundo episódio começa com a trágica história do alpinista Brice Portwood, que até hoje precisa lidar com a culpa por expor o colega Ed Warren a uma avalanche que se tornou um desafio de vida ou morte para ambos. Pendurados no penhasco e com lesões causadas pela avalanche, eles precisaram encontrar uma rota segura para saírem da montanha e os esforços foram gravados.
SERVIÇO
SOBREVIVI E GRAVEI (Still Alive)
Estreia: quarta-feira, 4 de janeiro, às 23h10
Classificação indicativa: 14 anos
Facebook Comments

ADD YOUR COMMENT

Mostrar botões
Esconder botões